Follow by Email

sábado, 24 de setembro de 2011

Royalt : Lula,o pai da confusão.

Lula,é o pai de toda essa ameaça que pode violentar o Estado do Rio de Janeiro e criar o caos nos municípios produtores e para os Governos do Estado do Rio e Espírito Santo.Senador Nelson Carneiro ,que foi um dos líderes da luta de anos pela conquista dos royalt´s,deve estar indignado,lá no além.Justo é  lembrar também do Presidente Fernando Henrique que com muita coragem flexibilizou o monop[olio da Petrobras e criou a Agencia Nacional de Petróleo.A partir dai,Estados e os municipios produtores começaram receber os novos e justos valores da indenização.Portanto o que levamos anos para conquistar,o que construiu-se de políticas públicas pode se acabar dia 05 de outubro ,pela irresponsabilidade do Sr. Lula,que estimulou esse debate e o aval para que Ibsen tramitasse no Congresso este projeto indigno e inconstitucional. 

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

As alternativas para a reciclagem de pneus velhos

Em tempos de combate total ao mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, eles são considerados inimigos públicos número um por acumularem água parada com facilidade. Mas bem antes disso, os pneus velhos abandonados em qualquer canto já eram um problema de difícil solução para todas as cidades brasileiras. Em Campinas, onde 1,5 mil deles são retirados de lixões, terrenos baldios e córregos todos os meses. Outro grande desafio é conter a sua queima criminosa, que acontece principalmente na periferia. Em chamas, o material libera dióxido de enxofre, um perigoso poluente que ameaça o Meio Ambiente e a saúde pública.
Na tentativa de minimizar o problema, a Prefeitura encarrega os funcionários de suas 14 Administrações Regionais (ARs) e mais as quatro subprefeituras (dos distritos de Sousas, Joaquim Egídio, Barão Geraldo e Nova Aparecida) a coletarem todos os pneus que forem encontrados pela frente. Nenhum deles é depositado no Aterro Sanitário Delta 1. A montanha de borracha deixa de ser problema para se transformar em solução assim que chega ao Centro de Picotagem do Grupo Cimentos Portugueses, em Jundiaí.No local, os pneus que antes serviam apenas como criadouro para mosquitos são retalhados, incinerados nas condições de segurança adequadas e transformados em combustível para alimentar a fornalha que produz cimento na empresa. Por hora, passam pelo sistema dois mil pneus ou o equivalente a dez toneladas de material. "As cinzas que sobram da incineração ainda são aproveitadas na massa que compõe o cimento", lembra José Carlos Arnaldi, assistente da Secretaria Executiva da Anip.
*Editado pelo Blog
*Fonte:http://www.resol.com.br/arquivoNot/Reciclagem%20de%20pneus%20velhos.htm

Alternativas sustentáveis para descarte do lixo doméstico

Alternativas sustentáveis para o descarte do lixo doméstico já podem ser encontradas com facilidade no mercado, a preços acessíveis, ao alcance da dona de casa e de qualquer consumidor preocupado com a preservação dos recursos naturais do planeta e a redução dos gases provocadores do “efeito estufa”.
A Embalixo, situada em Campinas, interior de São Paulo é a principal fabricante de sacos para lixo no país e entre as maiores da América Latina, e tem inovado o mercado com produtos sustentáveis para descarte do lixo doméstico. Investindo em um nicho de mercado até então, pouco explorado, a empresa aposta no sustentável e tem feito investimentos no setor que permitem que os produtos cheguem às prateleiras das principais redes de varejo do país com preços mais acessíveis.
Saco sustentável: a base da cana de açúcar-Em parceria com a Braskem, empresa líder das Américas em produção de resinas termoplásticas para fabricação, com exclusividade, no território brasileiro do saco para lixo feito de matéria-prima 100% renovável.
O Embalixo Sustentável não é feito do petróleo e sim de cana-de-açúcar. O plástico verde é assim chamado pela sua contribuição ao meio ambiente, uma vez que em seu processo produtivo captura até 2,5 t de CO² da atmosfera, para cada tonelada de polietileno produzido, contribuindo para redução do efeito estufa. O “plástico verde” da Braskem está sendo produzido em escala comercial em fábrica instalada na cidade de Triunfo, no Rio Grande do Sul. A matéria-prima utiliza etanol de cana de açúcar para produzir eteno, que é posteriormente transformado em polietileno, o tipo de plástico mais usado no mundo. O processo captura gases que provocam o efeito estufa, contribuindo para a preservação do meio ambiente, quando comparado com o processo tradicional de fabricação do polietileno. Desta forma, o Embalixo Sustentável é 100% renovável, pois não é feito do petróleo e sim à base da cana-de-açúcar. O produto contribui para a redução global nas emissões de gases causadores do efeito estufa, quando comparado com o processo tradicional de fabricação de plástico.
O Embalixo Sustentável é encontrado na cor verde, dentro das medidas especiais para a lixeirinha da cozinha, pia e do banheiro, além dos padrões do mercado nacional 15 Litros, 30
Litros, 50 Litros, 100 Litros e no tamanho especial 110 Litros, especialmente pensando em condomínios e jardins, onde se faz necessária a utilização de sacos bem resistentes.
Saco reciclado: reaproveitamento de material plástico- Milhares de pessoas vivem no país como catadores de produtos para a reciclagem, porém a reciclagem de plástico ainda é muito pequena. O “Embalixo Reciclado” é produzido a partir de sobras de plásticos durante a sua fabricação, conhecidos como pré-consumo, e também de plásticos pós-consumo como sacolas plásticas, sacos de hortifrútis, filme stretch (muitos utilizados por indústrias para proteger cargas durante transportes) comprados de cooperativas que fazem a coleta seletiva da população e de empresas. O lançamento do produto, reforça a importância de reciclagem para a sociedade realizar a separação de materiais para coleta seletiva e sua importância para geração de renda e inclusão social aos catadores.  

*Fonte: www.embalixo.com.br

Praça da Penha vira área de lazer para os moradores do bairro

Eduardo Ribeiro
A Praça da Penha, que recentemente foi entregue à população do bairro em clima de festa pela Prefeita Rosinha Garotinho, se tornou a principal opção de lazer para os moradores, que transformaram a praça em ponto de encontro nos mais diversos horários, garantindo uma maior integração entre os que passaram a frequentar a área.
Durante o dia, além de servir de entretenimento para as crianças mais novas, que ganharam um novo playground, a área é utilizada pelos alunos das mais diversas escolas do bairro, que vem aproveitando a quadra coberta para a prática de esportes.
- Agora que a nova praça foi inaugurada, as crianças têm uma maior tranquilidade para brincar. Sempre trago as meninas prá cá, mesmo no período da noite, quando o movimento é ainda maior – afirmou Janaína de Souza, moradora do bairro há 24 anos.
A Praça da Penha é mais uma das praças de Campos reformadas pela administração da Prefeita Rosinha Garotinho, que tem espelhado esta melhoria por diversos bairros e distritos, atendendo aos apelos da população, que encontra nesses locais mais uma opção de encontro e a realização de diversos eventos, como as reuniões sociais, festas e eventos religiosos.
A praça conta com uma quadra coberta para as mais diversas modalidades esportivas, um parque infantil com brinquedos variados para as crianças, campo de futebol de grama, que foi totalmente reformado e arquibancadas, além de campo de areia para a prática de voleibol e futvôlei, entre outros esportes. Aparelhos para ginástica, pergolado com mesas de jogos, bicicletário e sanitário acessível ao público, também compoẽm o local, que tem três quiosques novos atendendo ao público.
*Fonte: Site da PMCG

Mendigos de Pequim participam da indústria chinesa da reciclagem

Os mendigos de Pequim demoram aproximadamente três minutos e meio para vasculhar cada lixeira em busca de comida, latas e garrafas que serão vendidas à reciclagem, indústria na qual o governo aposta e que sustenta dez milhões de chineses. Segundo a Federação de Cooperativas de Abastecimento e Comercialização, em 2003, cerca de 5 mil empresas chinesas reciclaram produtos recolhidos por 160 mil firmas e indivíduos registrados ou outros 500 mil sem registro, "pois reciclar não traz apenas benefícios econômicos, mas também sociais e ambientais".
Além disso, a Prefeitura negou-se a criar as "zonas proibidas para mendigos" propostas pela Conferência Consultiva, assessora do governo, para evitar, segundo disse, o aumento da insegurança e a instabilidade social. O responsável pela Comissão de Desenvolvimento e Reforma, Ma Kai, classificou a reciclagem como uma via de desenvolvimento sustentável. "A economia da reciclagem explorará os recursos e reutilizará os materiais descartáveis, minimizando a pressão causada pelo progresso econômico e usando energia de baixo custo e alta eficácia", disse Ma Kai.
Sentar-se na rua de pedestres Wang Fu Jing, no centro comercial de Pequim, além do descanso, pode ser um exemplo direto da integração dos mendigos na rede de reciclagem, num espetáculo talvez inesperado em um país que crescerá 10% em 2004. Os transeuntes que caminham relaxados pela habitualmente concorrida rua, parando ocasionalmente diante das vitrines ou para beber um gole da lata ou da garrafa que transportam, são observados por "mendigos-recicladores", que chegam até mesmo a segui-los, esperando que eles joguem o recipiente na lixeira.
Também há aqueles que são mais atrevidos e perguntam ao dono da garrafa ou da lata quanto tempo ele demorará para consumir o conteúdo. Caso não consigam acabar rapidamente, podem ser até seguidos a distância, numa tentativa de bater a concorrência numa "corrida recicladora", levando em média três minutos para um recipiente vazio ser recolhido. Na capital da China tudo é reciclado, começando pelos restos de comida dos restaurantes, que na hora do fechamento recebem cidadãos de bicicletas com vasilhas, onde colocam os restos pelos quais pagam uma quantia mínima, e que irão revender depois como alimento para animais.
 O centro de informação oficial sobre a China pela internet destacou que no início da década de 1980 havia pouca mendicância em Pequim, mas imigração maciça vinda de outras cidades ou zonas rurais levou a um aumento significativo. O êxodo migratório interno na China não tem precedentes, segundo o sociólogo Ruan Danching, e, para seu controle, as autoridades devem enfrentar muitas dificuldades.



PROGRAMAÇÃO SEMANAL DA LIMPEZA PÚBLICA

PROGRAMAÇÃO DE MANUTENÇÃO DE PRAÇAS E JARDINS


PARTE 2

PARTE 3

Praça de São Sebastião inaugurada neste sábado

Eduardo Ribeiro
O trabalho de urbanismo vem sendo realizado em todas as praças da cidade Foto: Roberto Jóia



O distrito de São Sebastião vai estar em festa na tarde deste sábado (24), quando a Prefeita Rosinha Garotinho entregará aos moradores a nova praça, que foi completamente reformada e ganhou um novo visual, o que vem sendo motivo de orgulho de todos. A inauguração está confirmada para às 17h.
As obras na praça de São Sebastião praticamente transformaram a região central da localidade em uma área de lazer que vem atender a uma antiga reivindicação dos moradores, que utilizam o local tradicionalmente como ponto de encontro.
A nova praça conta, agora, com uma quadra coberta, onde as crianças vão poder praticar esportes, um espaço onde foi construído um playgroud para as crianças, pergolado com mesas de jogos e bicicletário. O trabalho de urbanismo, que vem sendo realizado em todas as praças da cidade, foi realizado no local e vai garantir a beleza.
O antigo coreto que estava completamente deteriorado foi reformado e o ponto de ônibus que já existia na praça foi recuperado, garantindo assim um maior conforto para os moradores. Outro benefício para quem mora em São Sebastião foi a completa reformulação do sistema de iluminação, com a implantação pela CamposLuz de novos pontos. A praça foi reconstruída com acessibilidade e piso tátil para facilitar o deslocamento dos deficientes físicos e visuais.

*fonte: site PMCG

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

Serviços Públicos retira lixo eletrônico do Rio Paraíba 20/09/11

 Emilly Maitan 





O lixo eletrônico foi encontrado às margens do Rio Paraíba do Sul. Foto: Roberto Jóia 
Nesta terça-feira(20), uma equipe da empresa Vital Engenharia, concessionária responsável pela coleta de lixo no município, fez a retirada de diversos resíduos eletrônicos, entre CPUs, teclados de computador e impressoras, descartados irregularmente às margens do Rio Paraíba do Sul. O engenheiro de Produção da Secretaria de Serviços Públicos, João Paulo de Tarso, disse que o material pode trazer prejuízos ao meio ambiente.
- A deteriorização deste material é bem demorada. A decomposição é lenta e pode levar até 100 anos. De acordo com a nova lei da Política Nacional de Resíduos, impressoras e gabinetes devem ser entregues em postos de coletas de lixo eletrônico. Já os monitores de computador devem ser descartados na coleta normal - destacou.
Segundo João Paulo, parte do lixo eletrônico recolhido será encaminhado para a reciclagem, através da parceria estabelecida com a empresa privada Reciclagem União, que realiza o trabalho de desmantelamento e a separação do material. O restante será levado para um dos entulhódromos existentes no município.
A Secretaria de Serviços Públicos disponibiliza um posto de entrega voluntária de CPUs de computadores e impressoras inservíveis. Pessoas físicas de todo município que desejem descartar este tipo de resíduo, podem se dirigir, das 7h às 17h, à sede da Secretaria, na Rua José Alves de Azevedo (antiga Beira-Valão), 102, Centro. Empresas que desejarem entregar uma carga maior de CPUs e impressoras devem manter contato através do telefone 2726-4809, para que a entrega do material seja agendada.
 *fonte: site da PMCG

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Tecnologia transforma PET reciclado em adesivo

Pesquisa conduzida no IQ - Instituto de Química da Unicamp - Universidade Estadual de Campinas abre nova perspectiva para a utilização do PET (politereftalato de etileno) reciclado. Em sua dissertação de mestrado, Rosemary de Assis desenvolveu um adesivo poliuretânico a partir do material, para ser aplicado na colagem das diferentes camadas de filmes que compõem as embalagens flexíveis, empregadas para acondicionar alimentos como batata frita e salgadinhos.
O resultado dos testes feitos em laboratório foi bastante promissor, conforme a pesquisadora. “Ao comparar o adesivo com um similar comercial, foi possível constatar que ambos possuem características de aplicação e mecânicas muito próximas. Além disso, entre os adesivos obtidos, três amostras apresentaram uma adesividade maior do que a do produto convencional”, afirma a autora do trabalho. A tecnologia já está sendo objeto de um pedido de patente.
Redução de custos - De acordo com Rosemary, o reaproveitamento de materiais descartáveis tem sido uma tendência crescente em todo o mundo, tanto por exigência econômica, quanto ambiental. Em relação ao PET, predomina no Brasil a reciclagem mecânica. Por meio desse processo, as garrafas de refrigerantes e congêneres são reprocessadas e transformadas em fibras, cordas e outras embalagens, que não para alimentos.
A reciclagem química, objeto da sua pesquisa, ainda é pouco praticada no país. A pesquisadora diz ter conhecimento de apenas um estudo acadêmico brasileiro envolvendo o uso de PET para a produção de adesivo. Este, porém, tinha em sua composição final somente 10% da referida matéria-prima, contra 33% do produto desenvolvido na Unicamp.
A autora da dissertação explica que, embora o adesivo formulado por ela seja mais indicado para colar as camadas das embalagens flexíveis, nada impede que algumas das suas características sejam alteradas, para que possa ter outras aplicações. “Feito isso, o produto também pode ser usado para colar couro, papel e outras embalagens”, diz Rosemary.
A pesquisadora espera que o seu estudo ajude a estimular a reciclagem no Brasil. De acordo com ela, o PET chegou ao país em 1994. O consumo do material, àquela época, era de 80 mil toneladas ao ano. Em 2002, esse mercado cresceu para aproximadamente 305 mil toneladas/ano. Entre um período e outro, o índice de reciclagem saltou de 17% para 35%. “Trata-se de uma taxa significativa, mas que ainda pode ser melhorada”, analisa.
Rosemary lembra que a reciclagem do PET reduz os custos com matéria-prima, minimiza a agressão ao ambiente e ainda gera emprego e renda para famílias carentes. Estima-se que a cadeia que envolve o reaproveitamento de materiais no Brasil seja responsável, direta ou indiretamente, por cerca de 500 mil postos de trabalho. “Atualmente, o PET só fica atrás das latinhas de alumínio em termos de reciclagem, sendo que 80% do material vem dos aterros sanitários e lixões espalhados pelo país”, afirma a autora da dissertação. Ela considera que é perfeitamente viável a abertura do leque de possibilidades de reaproveitamento do politereftalato de etileno, de modo a ampliar os ganhos econômicos, ambientais e sociais.
Para alcançar esse estágio, porém, Rosemary acredita que haverá a necessidade de medidas complementares, como o aprimoramento da coleta seletiva, a realização de campanhas educativas junto à população e até mesmo a formulação de leis que obriguem as empresas a se responsabilizarem pela reciclagem das embalagens que fabricam, como já ocorre em alguns países desenvolvidos. Até aqui, no Brasil, tal medida só se aplica aos pneus. A dissertação de mestrado de Rosemary de Assis foi orientada pela professora Maria Isabel Felisberti, do IQ.

(Portal de Notícias Unicamp)

Cerveja vira combustível

O inventor da EFuel100 MicroFueler - máquina de fazer etanol portátil - fez uma parceria com a cervejaria Sierra Nevada para produzir etanol a partir de restos de cerveja
Pouco maior que uma máquina de refrigerantes tradicional, a mais nova invenção da E-Fuel, o MicroFueler, é o presente que qualquer bebedor de cervejas gostaria de ganhar: uma microrefinaria que transforma espuma e restos de cerveja em etanol.
Basta ligar a máquina na tomada e a uma fonte de água, adicionar um pouco de açúcar e os restos de bebida alcoólica – serve qualquer uma – e a mistura é fermentada lá dentro, saindo por uma mangueira igualzinha à de um posto convencional.
Agora, os 1,6 milhões de galões de espuma de cerveja jogados fora todos os anos pela empresa serão convertidos em etanol, que vai abastecer os próprios veículos da fábrica.
Se houver produção excedente de combustível, ela será doada aos funcionários da Sierra Nevada.
Para quem pensava que reciclar a latinha de cerveja era o máximo que poderia ser feito pelo meio ambiente, esta é uma bela surpresa. Só não vale beber, abastecer e dirigir!

*fonte: super.abril.com.br - www.cnet.com

Rodovias de SP terão asfalto de pneu reciclado



A nova tecnologia pode diminuir os custos do recapeamento, além de resistir mais às rachaduras e aderir melhor o carro, em caso de chuva. A iniciativa é de Portugal. No Brasil, a idéia foi implantada primeiramente no Rio Grande do Sul. Em São Paulo, as concessionárias Intervias, SPVias e Rodovia das Colinas adotarão o novo pavimento.

*http://www.resol.com.br/arquivoNot/Asfalto%20com%20pneu.htm

Parte de cinco rodovias do Estado de São Paulo será recapeada com um asfalto feito da borracha de pneus reciclados. O piso atual das estradas é de piche, que vem do petróleo.

PROGRAMAÇÃO SEMANAL DA MANUTENÇÃO DE PRAÇAS E JARDINS

domingo, 18 de setembro de 2011

PORTANTO, REDES SOCIAIS E INDIGNADOS EXISTEM NO BRASIL!

 1. Em 19 de julho este Ex-Blog postou a seguinte nota, a seguir resumida. "Num artigo do correspondente do El País no Brasil, pergunta por que não há 'indignados' por aqui, fazendo referência ao que ocorre em outros países. Colunistas e analistas entraram no debate e quase todos explicaram esta hipotética passividade pela estatização dos movimentos sociais e sindicatos a partir do governo Lula. Isso, no máximo pode explicar a passividade destes grupos, da chamada sociedade civil organizada."
2. "Uma preliminar seria perguntar se a hipotética passividade existe mesmo no Brasil. A resposta é NÃO. E há exemplos de sobra. O caso dos Bombeiros do Rio é um deles. Um típico movimento que começa e cresce pelas redes sociais, e vai as ruas e se amplia. Os institutos de pesquisa em universidades dos EUA mostram que a grande sinergia se dá quando internet e TV convergem num mesmo fato."
3. "Não há que se imaginar que os indignados só têm expressão quando reúnem milhares de pessoas. Isso não é assim. Quando as redes sociais ativam um tema, propagam e esse finalmente chega à imprensa, ganha expressão através dessa e impacta a opinião pública, o processo é o mesmo. As redes sociais multiplicam os 'tipping points' ou pontos de deflagração de processos. "
4. Alguns dias depois, este Ex-Blog postava outra nota dizendo que "As redes sociais atropelam a sociedade civil organizada. Um acompanhamento cuidadoso das mobilizações ocorridas nos países árabes e na Europa, que vem sendo acunhadas de 'os indignados', mostra a completa ausência indutora de sindicatos, associações locais ou profissionais ou partidos políticos. Essas mobilizações têm como vetores indutores as redes sociais, as mídias sociais."
5. Ou seja: a chamada 'sociedade civil organizada' perdeu sua capacidade de mobilização e liderança, vis a vis as redes sociais. Isso vale também para os partidos políticos, que se fossilizam exclusivamente na atividade parlamentar e falam para eles mesmos e para os meios de comunicação. As mobilizações ativadas pelas redes sociais no dia 7 de setembro mostraram que aqueles analistas, jornalistas não tinham razão.
6. Com a entrada da imprensa, especialmente da TV, nas mobilizações via redes sociais no dia 7 de setembro e a convocação de novas mobilizações, se entra no Brasil no que pesquisadores nos EUA chamam de 'marketing de grande semeadura' com a sinergia TV-Internet.
7. Com isso, se entra no Brasil em outro patamar de mobilização via redes sociais. E, daqui para frente, esse processo será natural, com adesão e multiplicação crescentes. Ou os partidos, sindicatos, associações se ajustam aos tempos e sem pretensões hegemônicas -pois as redes sociais são horizontais- ou se tornarão irrelevantes -politicamente.
*blog do Cesar Maia

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Prefeitura implementa ações de valorização dos espaços públicos

Liliane Barreto

~
Além do projeto de paisagismo, peças decorativas como os chafarizes também estão recebendo atenção especial Foto: Antônio Leudo


A prefeitura vem implementando ações que visam preservar e valorizar os espaços públicos do município. Segundo o secretário de Serviços Públicos, Zacarias Albuquerque, além do projeto de paisagismo que está levando beleza aos jardins, canteiros e praças da cidade, peças decorativas como os chafarizes também estão recebendo atenção especial.
O secretário afirma que o chafariz da Pelinca passa por manutenção semanal, inclusive, com a utilização de caminhões-pipa. “Infelizmente, muitas pessoas estão utilizando inadequadamente o local. Nossa equipe tem flagrado o chafariz cheio de espuma. Toda vez que isso ocorre temos que esvaziar o chafariz e fazer nova carga d’água para enchê-lo novamente”, diz Zacarias.
No Jardim Nilo Peçanha, mais conhecido como Jardim São Benedito, o lago do chafariz está passando por intervenções. Está sendo instalada uma manta asfáltica e, assim que os reparos no lago ficarem prontos, o chafariz será religado. Zacarias explica que logo que o serviço for concluído, a equipe será deslocada para o Jardim do Liceu, onde o chafariz passará por pequena manutenção. "Lá nós faremos a correção de uma infiltração e vamos repor uma bomba, que foi furtada", disse o secretário.
Quanto ao espelho d’água na Avenida Alberto Lamego, próximo à Uenf, o secretário afirma que ele foi esvaziado, porque estava sendo utilizado por proprietários de animais como bebedouros e para o banho. “Optamos por esvaziar, temporariamente, o espelho d’água até que possamos concluir a avaliação sobre reativá-lo ou transformá-lo em um jardim. É também uma medida de segurança, porque os cavalos eram atraídos para o local em busca de água e isso acabava provocando acidentes”, completa.
O chafariz de louça belga, da Praça Quatro Jornadas, no Centro, também passará por intervenções. De acordo com o secretário municipal de Cultura, Orávio de Campos Soares, o monumento será remodelado e transformado em um Chafariz de Águas Cantantes, que promete ser a grande novidade do projeto.


*Fonte:site da PMCG

Mais uma praça será entregue à população na Baixada Campista

Eduardo Ribeiro

A praça da comunidade Tira Gosto será entregue à população na tarde deste sábado (17) Foto: Gerson Gomes

Mais uma praça construída pela prefeitura vai ser inaugurada no final de semana. Desta vez vai ser a nova praça da comunidade Tira Gosto, construída por determinação da Prefeita Rosinha Garotinho e que será entregue à população local. A própria Prefeita vai entregar a nova praça à população, na tarde deste sábado (17), às 16h.
A construção é importante, pois o local vai se transformar em ponto de encontro da comunidade, contando com toda a infraestrutura, como já vem acontecendo nas demais praças construídas e reformadas pela atual administração. A praça recebeu uma quadra polivalente coberta, que vai servir para a prática de esporte e reuniões da comunidade. No local foi construído, ainda, um palco, que poderá ser aproveitado em apresentações.
A nova praça ganhou um bicicletário, pergolado com mesas de jogos, playground, uma quadra futebol society, além de bancos, que população local vai usar no dia a dia. Foram construídos banheiro e quiosque. A reforma foi totalmente adaptada às normas de acessibilidade. A construção foi avaliada em R$ 602.942,49.
Outro aspecto importante da praça é o moderno sistema de iluminação implantado pela Campos Luz, que colocou postes de 15 metros com luminárias âmbar de 400 watts metálica de potência e seis braços com luminárias alpha de 100 watts metálica de potência, aumentando a segurança do local.

*Fonte: site da PMCG





Mais uma praça será entregue à população na Baixada Campista

Eduardo Ribeiro

        
 
Dona Maria Izaura diz que agora é só a população conservar o que foi feito Foto: Roberto Jóia

Depois de Poço Gordo ter recebido uma nova praça, com a reforma que a prefeitura fez no distrito, agora vai ser a vez de São Sebastião comemorar o término das obras que transformaram a região central da localidade. O distrito ganha uma área de lazer como vinham esperando os moradores nos últimos anos.
Na próxima semana, a Prefeita Rosinha Garotinho vai entregar à população de São Sebastião, a praça principal do distrito, completamente reformada e a população local já comemora o novo espaço. “Essa reforma foi boa. As crianças ganharam um novo espaço, porque a praça estava completamente abandonada”, afirmou a comerciante, Eliane Quitete, que aguarda um movimento ainda maior a partir de agora no local.
A praça ganhou uma quadra coberta para a prática de esportes, playgroud para as crianças, pergolado com mesas de jogos e bicicletário, além de um trabalho de urbanismo, que vai garantir a beleza, como vem sendo feito nas principais praças da cidade. O antigo coreto e o ponto de ônibus que já existiam na praça foram reformados e uma nova iluminação foi implantada. Toda a praça foi reconstruída com acessibilidade e piso tátil para facilitar o deslocamento dos deficientes físicos e visuais.
- Agora é só a população conservar o que foi feito porque a reforma ficou boa. A iluminação ficou excelente e a quadra vai ser importante para as crianças – disse Maria Izaura de 75 anos, que mora no distrito.


*Fonte: site da PMCG




PROGRAMAÇÃO SEMANAL DA LIMPEZA PÚBLICA

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Reforma da praça de Goitacazes praticamente pronta

Eduardo Ribeiro

A praça está na fase de pintura e urbanização, que consiste no plantio de flores que vão embelezar ainda mais o local Foto: Roberto Jóia

Está praticamente concluída a reforma da Praça São Benedito, a mais central de Goitacazes. O espaço ganhou uma nova urbanização e vai se tornar uma das principais opções para quem reside no local, servindo de ponto de encontro para a população.
A reforma se encontra na etapa final, com o trabalho de pintura e a urbanização, que consiste do plantio de flores, que vão embelezar o local, a exemplo do que vem acontecendo nas mais diversas praças da cidade. Funcionários trabalham na preparação do local.
A nova praça São Benedito vai ganhar um playground para as crianças, com gangorra, escorregadeiras e balanços, visando atender os pequenos. Três pergolados com mesas de jogos para a recreação de jovens e idosos, além da urbanização, com plantas ornamentais.
Dois banheiros, que já existiam no local, passaram por reforma, para que possam ser utilizados por quem passa pelo local e por quem utiliza o ponto de ônibus, que fica em anexo. Para os deficientes físicos e visuais, o trabalho nas calçadas foi realizado com acessibilidade para os cadeirantes, além da implantação de piso tátil.

*Fonte: site PMCG






segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Obras prosseguem na praça de Conselheiro Josino

A pastora Lúcia Rosana, moradora do distrito há cinco anos, disse que a reconstrução será muito importante para a população Foto: Rogério Azevedo

Estão adiantados os trabalhos de reconstrução da praça de Conselheiro Josino, ponto central do distrito e local de encontro para os moradores. Os trabalhos vêm sendo realizados em ritmo intenso. No local já se pode observar os quiosques e a área do playground, os primeiros a serem vistos por quem passa pelo  local diariamente.
A obra começou no mês de junho e o investimento que vem sendo feito é de R$ 506.612,00, para construção de uma quadra poliesportiva coberta, antiga reivindicação da população, além de uma arena com brinquedos para as crianças, um de pergolado com mesas de jogos e todos os benefícios que são apresentados em todas as praças reformadas pela prefeitura, como equipamentos de ginástica, bicicletário, bancos e jardins. Também está sendo feito trabalho urbanístico, que vai embelezar ainda mais o local de encontro dos moradores de Conselheiro.
- Já estava mais do que na hora de se fazer uma completa reforma na nossa praça. O que está sendo feito vai ser importante para a população e vai garantir mais um local de lazer para todos – afirmou a pastora Lúcia Rosana, moradora do distrito há cinco anos.
Serão construídos seis quiosques, transformando o espaço em praça de alimentação, que deverá ser o ponto de encontro no período da noite. As ruas laterais à praça também vão receber intervenções, com a colocação de piso intertravado, o mesmo que vai ser utilizado na praça, possibilitando o deslocamento dos moradores das casas que ficam vizinhas ao local, com a entrada e saída de pedestres e veículos.


*Fonte: site PMCG

Chafarizes ficam sem cuidados da Prefeitura

Kelly Maria (Estagiária)

Eles poderiam ser um belo cartão-postal, mas a maioria, hoje, não recebe o mínimo de cuidado. Os chafarizes públicos de Campos precisam de obras urgentes. A Prefeitura promete recuperar esses monumentos, mas sem previsão para iniciar as reformas, que poderão contar ainda com câmeras de monitoramento para sua proteção. Nos cinco chafarizes, como o Belga, na praça Quatro Jornadas; o da avenida Alberto Lamego, próximo à Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf);  os dos jardins do Liceu e São Benedito e o da avenida Pelinca, o quadro é bem parecido. A maioria deles apresenta limo e está sem água. Alguns têm sido usados como banheiro público, limpeza de carros e banho de animais.

No jardim do Liceu, por exemplo, desde que retiraram a água da fonte, em abril deste ano, não há vestígio de funcionalidade. A bomba teria sido furtada. Já o Belga, da praça Quatro Jornadas, está sem os quatro leões que adornavam a fonte e também sem água. O da Pelinca, o único que funciona na cidade, e o da Uenf, estão sendo utilizados para outras finalidades, exceto como atração turística.
Para o pintor Roberto da Silva, 40 anos, é um absurdo monumentos como esses ficarem entregues ao abandono. Ele comentou que a bomba do chafariz do Liceu não foi furtada, mas levada por um grupo de homens.
 — No dia 13 de abril, eles vieram aqui e retiraram a bomba e toda água do chafariz, deixando vários peixes agonizando. Disseram que iriam limpar o aquário, mas até agora nada foi feito. A única água que vemos aqui é a da chuva e isso é um problema, já que vira criadouro do mosquito da dengue — lamentou Roberto.
 Há dois anos vendendo coco na rua Voluntários da Pátria, Rogério da Conceição Nazário, 33 anos, disse que a manutenção do chafariz da Pelinca é feita apenas duas vezes por semana. “Pra mim tinha que ser feita todos os dias. A água é muito suja e cheia de limo”, reclamou ele.
 O secretário de Serviços Públicos, Zacarias Albuquerque, informou que o chafariz da Pelinca passa por manutenção semanalmente, inclusive, com a utilização de caminhã-pipa. Na última quinta-feira, ele foi alvo da ação de vândalos que colocaram sabão em pó na á-gua, provocando um grande espumeiro no local. “No jardim São Benedito, o lago do chafariz está passando por intervenções. Está sendo instalada uma manta asfáltica e, após os reparos, ele será imediatamente religado”, disse Zacarias Albuquerque. 


Fonte: Folha da Manhã

Lago do Jardim São Benedito passa por reforma

Wesley Machado

A prefeitura está revitalizando o Jardim São Benedito, um dos espaços de lazer mais bonitos e freqüentados de Campos. Localizado na área central do município, o jardim se constitui num lugar reservado para a prática de esporte, diversão para crianças, ambiente de encontro de amigos, cenário de namoro para casais, passeio em família, caminhadas, entre outras utilidades que resultam num bem estar e paz de espírito.
E dentro do projeto de paisagismo, a Secretaria Municipal de Serviços Públicos está fazendo a obra de recuperação do lago do jardim. No local está sendo feito o serviço de impermeabilização, com aplicação de manta asfáltica. O lago, que tem 400m², já passou por uma regularização de massa e receberá uma proteção para que não haja vazamento pelo solo. 
Também serão feitas correções hidráulica e elétrica. A obra, que ficará pronta dentro de 30 dias, prevê a reativação do chafariz, que passará a funcionar com dois pontos d'água, como era originalmente. O objetivo da obra é para que o lago, um dos pontos mais bonitos do local, volte a ser frequentado com antigamente. 
A Campos Luz, por meio do Programa de Iluminação Pública Brilha Campos, também recuperou a iluminação em torno do prédio da Academia Campista de Letras, localizada no mesmo espaço. As 25 luminárias de piso passaram por uma verdadeira reforma, que incluiu limpeza, troca de cabeamento, substituição de lâmpadas de reatores e recuperação de todas as luminárias. Com isso, a Academia voltou a ficar totalmente iluminada durante à noite, garantindo, além de luminosidade, muita beleza.
 
Fonte:Site da PMCG

domingo, 11 de setembro de 2011

Chafarizes de Campos: Desfazendo os equívocos da Folha da Manhã.

 Os equívocos começam na manchete:"Chafarizes de Campos sem cuidados da Prefeitura"  e em seguida a afirmativa: "Pelo menos cinco chafarizes em Campos sem manutenção da Prefeitura".
1.O total de chafarizes em Campos  são 5 e o chafariz da Jardim Pelinca não tem nenhum problema operacional.Foi reformado desde final de junho de 2011 e não há abandono nenhum.A futura jornalista e atual estagiária, autora da matéria para confirmar a sua verdade,ouviu a opinião do vendedor de côco,que diz ser necessário ter manutenção diária.
2.No Jardim Nilo Pessanha,há aproximadamente 25 dias estamos trabalhando no reparo do piso e paredes com a instalação de mantas para eliminar infiltrações que onerava a conta dágua da PMCG.É o maior de Campos,com 2 lagos e 2 chafarizes.Portanto já é não manutenção zero,como insinua a matéria jornalística.O governo PASSADO fez reforma de mais de 1 milhão de reais no Jardim Nilo Pessanha e "esqueceram do chafariz".
3.Em setembro ainda, iniciaremos o reparo do piso e parede do lago do Jardim do Liceu.Eu disse isso para a estagiária da Folha da Manhã. Repito também que no Governo passado o Jardim Liceu teve uma obra milionária e "esqueceram de fazer um simples reparo no lago".Lembro ainda que o lago foi esvaziado,pois a infiltração de água estava gerando uma conta dágua alta.
4.O Chafariz da Av. Alberto Lamego,não tá abandonado,mas foi desativado, pois animais cavalares  estavam usando como bebedouro e provocou alguns acidentes  automobilístico.Optei preferencialmente pela segurança e proteção de vidas .Mas a reativação terá uma solução  até o mês de novembro.A principal proposta é fazer cercamento e ajardinamento do entorno.Descartei a idéia de  transformá-lo em jardineira,pois não pretendemos alterar a obra do memorável Oscar Niemayer.
5.Já o Chafariz Belga, será remodelado em novo projeto,não cabendo neste momento nenhuma intervenção de manutenção pela Secretaria de Serviços Públicos.Mas importante ressaltar que não funciona há mais de 10 anos.Governo passado de Arnaldo Viana, fez reforma de 10 milhões  na Praça Quatro Jornada e "esqueceram do chafariz".Mas o governo da mudança vai corrigir esta omissão .
Portanto ao contrário do que insinua o Jornal e sua estagiária-talvez por imcompetência ou por ser oposicionista(e pode ser,mas não venha com meia verdade e meia mentira porque não aceito)- não há abandono dos chafarizes, mas muito trabalho em andamento  para recuperar o tempo perdido com tanto abandono pelo qual passou o município nos últimos anos.

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Flash do Secretário:Entrevista na Educativa

Quando abordei sobre o lançamento doPosto de Entrega Voluntária de CPU(gabinete do compuatdor) e impressoras na sede da Secretaria de Serviços Públicos.Posteriormente são destinados à reciclagem em empresa de Campos.

Vandalismo no Chafariz do Jardim da Pelinca

Ao contrário do que tinha sido informado,não são os lavadores de carros que provocam este vandalismo.Para isto ocorrer é necessário muito sabão ou detergente.É COISA DE UM VÂNDALO BABACA ou UM BABACA VÂNDALO.Como disse Paulo André da rádio Diário,"faz isso na sua caixa dágua".
Toda vez que isso ocorre,temos que esvaziar o chafariz e fazer nova carga  dágua para enchimento do cahafariz.
*fato ocorrido ,digo detectado as 7 h .  da manhã pelo Secretário.

PROGRAMAÇÃO SEMANAL DA LIMPEZA PÚBLICA

quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Cor e beleza nos jardins e canteiros da cidade

Lara Abreu

A Secretaria Municipal de Serviços Públicos finalizou essa semana a revitalização paisagística da Avenida 28 de Março, trecho compreendido entre a rua Visconde de Inhaúma e a rua Gil de Góis. Neste local (próximo ao muro da Antiga Estação Ferroviária), canteiros foram revitalizados com plantio de grama, arbustos e flores ornamentais, que fazem parte do novo projeto de paisagismo e recuperação de praças, jardins e canteiros do município.
De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Zacarias Albuquerque, os canteiros do trecho receberam cerca de 600 mudas de plantas. "Foram plantadas dracenas tricolor e vermelha, que são arbustos de folhagens ornamentais e coloridas. A cidade está com um novo visual e a beleza das praças e jardins já pode ser vista pela população", destacou Zacarias.
O secretário acrescenta, ainda, que nesta quinta-feira (08) foi iniciada a recuperação paisagística de toda extensão de canteiros da Avenida Nilo Peçanha, com plantio de grama e flores. Segundo ele, as palmeiras e tuias serão mantidas nos canteiros.


Fonte: site da PMCG


quarta-feira, 7 de setembro de 2011

A polêmica do Bispo de Campos (parte III)

Políticos e representantes partidários diversos foram entrevistados pela Folha sobre a polêmica e observando  a opinião do presidente do PRP, faço algumas reflexões:

1.O programa de bolsa de estudo universitária custeado pelo recurso do royalt é considerado pelo oposicionista citado,como prática fisiológica.Será que ele,o PT de Campos e demais partidos da oposição acham o mesmo do programa do governo Federal ou são realmente contra jovens de famílias sem condições de pagar uma faculdade ?Quero vê-los assumir publicamente na campanha de 2012 esta opinião.
Penso que estão confundindo política de proteção social, tão necessária em Campos e no Brasil, com fisiologismo.Certamente o nosso comprometido Bispo com a causa da justiça social  não é contra qualquer política de promoção social,pois assim preconiza a Igreja Católica na sua doutrina social.

A polêmica do Bispo de Campos(parte II)

E o que disse o novo Bispo recém chegado a Campos na sua entrevista ao jornal Folha da Manhã e que causou tanta polêmica:"em Campos o tipo de política segue um viés um tanto fisiológico,nem sempre atrelado a princípios e valores".
Em outro momento o Bispo disse que" Meu objetivo é desencadear uma reflexão e deixar claro que a igreja vai participar da eleição. Sem indicar nem atacar candidatos.Vamos formar o cidadão, orientar, defender a Ficha Limpa e exigir a transparência dos gestores. Temos que descartar os picaretas que tanto mal fazem ao bem público”, frisou o bispo.( Blog do Alexandre Bastos).Penso que é muito salutar a proposta do Bispo,pois o votar e ser votado é o fundamento da democracia e deve ser tratado como algo  muito sério.

A polêmica do Bispo de Campos(parte I)

Na eleição presidencial, a Igreja Católica e os evangélicos,assumiram postura crítica e militante na orientação do voto.Foi uma surpresa ver muitos padres em todo país,repelindo de forma veemente o voto nos candidatos do PT.Tal fato ocorreu no meio da campanha,quando um assunto de domínio do Congresso Nacional-projetos pró-homossexualismo-,"contaminou" a campanha  e criou a onda que levou a eleição presidencial para o 2º turno.Dilma renegou as teses petista e recuou pois os estragos eleitorais para sua campanha crescia e sem controle.A sociedade brasileira,mostrou-se no campo da moral,que ainda é conservadora,principalmente em relação aos valores da famíla tradicional.  

Primavera do Lar .

Flagrante do blogueiro, quando caminhava para o desfile da Pátria.Primavera antecipada em casa do Parque Santo Amaro.Trata-se de planta denominada popularmente como Bouganvile e seu colorido enche os meus olhos e a minha  alma .

Site da Secretaria de Serviços Públicos

Atenção!Muito em breve munícipes internautas ,site oficial da Secretaria de Serviços Públicos com informações sobre os serviços de limpeza urbana e pública e praças e jardins do município.

Nova manutenção dos Chafarizes de Campos

 1.Chafariz do Jardim da Pelinca:reparos de manutenção no mês de julho e  manutenção semanal do espelho d'água pela empresa contratada.
2.Reparo com instalação de manta asfáltica nos chafarizes da Praça Nilo Pessanha ,popularmente conhecida como Praça de S. Benedito,com finalização prevista para semana que vem.



terça-feira, 6 de setembro de 2011

Jardim Barão do Rio Branco também recebe paisagismo

Jualmir Delfino/Foto: Gerson Gomes

A Secretaria de Serviços Públicos continua com a execução de intervenções para tratamento paisagístico em praças e jardins da cidade. A partir desta terça-feira (06) as equipes que executam o trabalho de tratamento paisagístico vão estar no Jardim Barão do Rio Branco, situado na confluência das ruas Pero de Góes e Álvaro Tâmega, entre os Parques Tamandaré e Maria Queirós. De acordo com o secretário de Serviços Públicos, Zacarias de Albuquerque, será feita a substituição da grama e remodelado os canteiros com plantio de novas mudas de flores.
- O tratamento paisagístico no Jardim Barão do Rio Branco vai tornar o local mais atrativo, porque ficará mais florido, contrastando agradavelmente com o verde mais vivo do novo gramado que estará sedo preparado. Trata-se de um espaço público construído em círculo e que muitos moradores do bairro utilizam para praticar cooper e outros exercícios ao ar livre. O tratamento paisagístico neste local vai proporcionar mais bem estar para quem corre e para quem gosta de freqüentar o jardim para descanso e para contemplação - informou o secretário.
Zacarias lembra que o Projeto de Paisagismo já transformou várias praças na cidade e no interior, desde à Praça do Parque Santa Maria, no bairro da Penha, que foi transformada no mês de julho até a última que foi reformada, a Praça Esperanto, entregue há cerca de 10 dias aos moradores do Parque Universitário, em frente à entrada da Faculdade de Filosofia de Campos. Zacarias destaca que praças como a do Jardim do Liceu e outras de maior porte, como a Praça de Poço Gordo, na Baixada Campista, são transformadas ao receber o tratamento paisagístico e equipamentos urbanos, como bancos estilizados em madeira, pergolado, banheiros e onde há espaço, recebe também quadras polivalente cobertas, playground, jardins, quiosques, quadra para futebol de areia e barras para ginástica.

*Fonte: Site da PMCG

Reforma da praça de Conselheiro Josino em ritmo acelerado

05.09.11

O investimento da prefeitura na reforma das praças públicas, que já favoreceu os moradores de vários bairros e distritos da cidade, chegou a Conselheiro Josino onde a praça principal, que estava completamente abandonada, começa a receber as melhorias, que vão possibilitar que as horas de lazer sejam ainda melhores para que mora no distrito.
A nova praça vai receber um investimento de R$ 506.612,00 e vai garantir aos frequentadores, uma variedade de opções de lazer, já que está prevista a construção de uma quadra poliesportiva coberta, que sempre foi uma reivindicação da população, uma arena com brinquedos para as crianças, além de pergolado com mesas de jogos e todos os benefícios que são apresentados em todas as praças reformadas pela prefeitura, como equipamentos de ginástica, bicicletário, bancos e jardins, com o trabalho de urbanístico, que vai embelezar ainda mais o local de encontro dos moradores de Conselheiro.
Para tornar a praça ainda mais atrativa, estão sendo construídos seis quiosques que vão garantir a formação de uma praça de alimentação, movimentando ainda mais o local. As ruas laterais à praça também vão receber intervenções, com a colocação de piso intertravado, o mesmo que vai ser utilizado na praça, garantindo assim o deslocamento das casas que ficam vizinhas ao local, garantindo a entrada e saída de pedestres e veículos.
A obra de construção começou no último mês de junho e, em média, cerca de 18 funcionários trabalham diariamente no local. Para a próxima semana, está previsto o início da colocação da cobertura da quadra, para que possa ser iniciada a construção.
Ruas – Em Conselheiro Josino, além do trabalho de reconstrução da praça principal, a Prefeitura vem investindo na reconstrução das ruas do Morro da Parabólica, onde os moradores passam a contar com pavimentação em paralelepípedos, construção de calçadas e galerias de águas pluviais, que não existiam no local.

*Do site da Prefeitura de Campos

Reciclagem de lixo pode valer prêmios em dinheiro a moradores

15/08/2011
Os moradores de Morro Agudo que separarem lixo reciclável e remédios vencidos agora também poderão participar do programa “Pontualidade Premiada”, da prefeitura. As pessoas devem entregar o lixo e recebem um bilhete para, no fim do mês concorrer a prêmios em dinheiro ou vale compras no comércio da cidade.
O valor da troca varia dependendo do impacto ambiental que o material pode trazer. Cada bateria ou pilha, por exemplo, vale três cupons. Dois litros de óleo usado valem 15. Aparelhos eletrônicos velhos, lacres de latinhas, lâmpadas, medicamentos e lixo reciclável também são aceitos.
Antes apenas os moradores que pagavam as contas da prefeitura em dia, como o IPTU, tinham o direito a participar dos sorteios. O coordenador de meio ambiente Luis Fernando Cardoso afirmou que a idéia de ampliar a promoção é descartar o lixo de forma adequada. “É uma maneira de incentivarmos a população a regularizar o descarte do lixo de modo a causar menos danos ao meio ambiente”.
O motorista Ailton dos Santos já ganhou três sorteios apenas com as contas em dia. Agora, com a nova medida, ele passou a fazer o descarte regular do material. “Já ganhei dinheiro e ingressos pra Festa do Peão, que começa nesta semana”, comemorou.
Uma das expectativas da prefeitura é aumentar a coleta de lixo reciclável na cidade de 17 para 20 toneladas por mês. Todo material é recolhido para uma cooperativa. Além de contribuir para o meio ambiente, a medida vai aumentar a renda dos trabalhadores cooperados, como Eliane de Paula. “Todo o dinheiro que arrecadamos dividimos entre nós. E o dinheirinho a mais no fim do mês é sempre bom”, garantiu.
Fonte: http://eptv.globo.com/noticias/
*Este  tipo de programa foi originalmente criado em Curitiba na década de 80 e mantido até hoje em pequena escala.Os tempos mudaram e coleta seletiva não é questão só de consciência.Com a Lei dos resíduos,onde houver coleta seletiva ofertada pelo poder local,É OBRIGATÓRIO O MUNÍCIPE SEPARAR o lixo reciclável (Junta latas,vidros,plásticos e papel papelão) e colocar à coleta.

Flash do Secretário: Reciclagem de pilhas

De acordo com a Resolução Conama 401/2008, o usuário final de pilhas e baterias inservíveis é o responsável pelo depósito das mesmas nas lojas onde adquiriu. Tal resolução não pegou, mas tive uma boa surpresa ao fazer compra na Eletrônica São Salvador do amigo José Luís D' Antena, pois o mesmo está recebendo pilhas dos seus clientes e pagando frete para destiná-la ao fabricante em São Paulo. Parabéns!