Follow by Email

domingo, 11 de setembro de 2016

Prefeitura entrega Parque da Lagoa do Vigário

Marcus Pinheiro
Fotos: Rodrigo Silveira
Foi inaugurado, na noite deste sábado (3), o Parque Municipal Lagoa do Vigário, no Jardim Carioca, considerado pelo secretário de Governo como o “cartão-postal do lado mais pobre da cidade”. Com 18 mil metros quadrados, o espaço conta com quatro quadras esportivas, 1,3 km de pista para caminhada e área dedicada ao idoso. A cerimônia, que contou com a presença da prefeita Rosinha e outros representantes do poder público municipal e da Águas do Paraíba — parceira na execução do projeto —, foi alvo de um protesto pacífico por parte de praticantes de esportes aquáticos.
Com o auxílio de máscaras e vestindo camisas com a estampa “S.O.S. Lagoa do Vigário”, integrantes da Associação Norte Fluminense de Stand Up Paddle (ANF-SUP) remaram por cerca de duas horas na lagoa. No passeio, dentre outros detritos, uma descarga de sanitário foi encontrada e coletada. Segundo os praticantes de SUP Renato Albernaz, 43 anos, e André Arêas, 55, as águas da lagoa permanecem contaminadas por esgoto sem tratamento e impróprias para o uso recreativo e pesca.
— A ideia do nosso manifesto era chamar a atenção das autoridades e da população para que a despoluição desta área seja feita por completo e mantida no longo prazo. Pois, do jeito que está, o risco de contaminação para qualquer um que toque nesta água hoje é de 100%. Queremos poder usufruir deste local, mas, para isso, precisamos das condições ideais de limpeza — disse André.
O alerta sobre a qualidade das águas já havia sido feito pelo ambientalista Aristides Soffiati, que em edição recente da Folha chegou a apontar o cenário reformulado como um “enfeite”. Para o ambientalista, as obras podem ser comparadas às realizadas no canal Campos-Macaé, que “embelezam, mas não resolvem o problema”.
O secretário de Desenvolvimento Ambiental de Campos, Zacarias Albuquerque, informou que a lagoa está em processo de despoluição, com obras de saneamento básico nos bairros do entorno. Segundo ele, após a conclusão destas obras, o lançamento de rejeitos será reduzido gradativamente. Ainda de acordo com Zacarias, haverá a dragagem do fundo da lagoa. “Depois que a cobertura dos bairros vizinhos estiver concluída, será iniciada a retirada dos materiais acumulados no fundo, que, segundo estudos, são bastante significativos. Mas, esta etapa ficará para o próximo governo”, disse.
*NOTA DO BLOG: OPOSIÇAO ´ É OPOSIÇÃO, E ASSIM NO SEU PAPEL SÓ SABEM CRITICAR.
SEM ESSA BELEZURA DE OBRA, O PESSOAL  DO STANDUP NÃO TINHA NEM COMO ACESSAR A LAGOA E SE TIVESSEM NÃO SERIAM SEQUER VISTOS.
AGORA OS DESAFIOS SÃO OUTROS E ASSIM EVOLUI GUARÚS, QUE GANHOU O PRIMEIRO PARQUE URBANO.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !