Follow by Email

quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Nascentes são preservadas no estado do Rio

Foto: Divulgação
Agricultores familiares fluminenses fizeram a lição de casa e em seis anos de campanha hoje contabilizam a preservação de 5.152 nascentes em todo o estado, com o objetivo de contribuir para o abastecimento das cidades e para o desenvolvimento sustentável após as Olimpíadas. Grande número dessas nascentes está no Noroeste Fluminense.
Os dados foram consolidados pelo programa Rio Rural, da secretaria de Estado de Agricultura, responsável pela iniciativa. Um ano depois de a cidade do Rio de Janeiro ser anunciada como sede da competição internacional, o projeto foi iniciado com a meta de envolver os agricultores na proteção de 2.016 nascentes de água até o início dos Jogos. Para isso, receberam incentivos para aquisição de material utilizado no cercamento das fontes em suas propriedades, além de mudas para o plantio nessas áreas.
A preservação das nascentes é essencial para a renovação do ciclo de água. Uma vez que a vegetação em torno das fontes é conservada e o trabalho de regeneração natural toma fôlego, a área verde trabalha como se fosse uma esponja, ajudando na absorção da água da chuva, que é infiltrada no solo e alimenta o lençol freático. Em seis anos de campanha, 5.152 fontes de água foram protegidas, com a mobilização de mais de cinco mil agricultores fluminenses. O volume estimado de água produzida por essas nascentes equivale a mais de seis mil piscinas olímpicas cheias por ano.
— Os agricultores se tornaram verdadeiros produtores de água, aumentando não só a oferta hídrica em suas propriedades, mas também colaborando para otimizar a vazão dos rios que abastecem os centros urbanos — disse o secretário de Estado de Agricultura, Christino Áureo. (A.N.)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !