Follow by Email

sábado, 27 de agosto de 2016

APARECIDA DE GOIÂNIA: PPP de resíduos sólidos de Aparecida desperta interesse de norte-americanos































Da Secretaria Municipal de Comunicação

Pensando em dar melhor destinação ao lixo produzido diariamente em Aparecida, a prefeitura está com projeto licitatório de concessão da exploração do passivo do Aterro Sanitário da cidade. O projeto será executado por meio de Parceria Público Privada (PPP). Na tarde desta sexta-feira, 22, o secretário de Governo de Aparecida, Euler Morais se reuniu com financiadores norte-americanos e empresários que trabalham no ramo de beneficiamento do lixo em Senador Canedo.

“Aparecida já está com o processo licitatório em andamento, faltando apenas alguns detalhes a serem acertados no projeto, mas nossa expectativa é de lançar o edital nos próximos meses. A necessidade de se tratar o passivo do aterro sanitário de Aparecida é latente, pois produzimos hoje cerca de 4000 toneladas de resíduos sólidos por mês. O Aterro acaba sendo insuficiente, já que a cidade está crescendo a cada dia e deve crescer ainda mais”, pontuou o secretário Euler Morais juntamente com o presidente da Câmara, Gustavo Mendanha.

O processo de licitação para a Concessão de Exploração dos Resíduos Sólidos de Aparecida visa conceder área de 62 mil metros quadrados ao lado do Aterro para a implantação da usina de beneficiamento do lixo por 20 anos. Em contrapartida a empresa vencedora da licitação terá que disponibilizar, sem custos para os cofres públicos, a coleta seletiva de materiais recicláveis e também a coleta de objetos como móveis e eletrodomésticos, que de lixo passarão a ser matéria prima da usina, para a fabricação da madeira sintética e do óleo combustível.

Fernando Alves é um dos sócios da Incinera Tratamento de Resíduos que atua em Senador Canedo, e que está interessada na possibilidade de fazer a parceria com Aparecida. Segundo ele, para trabalhar todo o resíduo gerado na cidade a usina terá que ter uma capacidade maior que a que atua hoje no município vizinho. “Estamos interessados na licitação e para isso trouxemos investidores americanos para conhecer nosso trabalho e a possibilidade de ampliação para outras cidades”, destaca Fernando, que estava acompanhado do ex-deputado estadual, Josias Gonzaga.  

O investidor americano, Robert Bailey veio acompanhado dos representantes da empresa TMO Internacional, Thiago Machado e Diogo Cipriano. Robert está há cerca de uma semana acompanhando o processo da empresa Incinera. A comitiva veio à Aparecida para observar as novas possibilidades de investimento. “Caso vença a licitação, o projeto de implantação da usina terá custo de 22 milhões de dólares, que serão investidos em um período de um ano”, sublinhou Thiago Machado.

Também participaram da reunião o diretor de Resíduos Sólidos, Regis Inácio, os secretários Ralph Vicente (Indústria e Comércio) e Ozéias Laurentino Júnior (Comunicação) e o Procurador do Município, Tarcísio dos Santos.

PPP – A prefeitura de Aparecida de Goiânia vem trabalhando desde 2010 para atender a nova Lei de Resíduos Sólidos. Avançando no processo está sendo criado o projeto de Exploração de Resíduos que será executado por meio de Parceria Público Privada. Para isso o prefeito Maguito Vilela tem visitado usinas em todo o país para conhecer um pouco mais da tecnologia a ser implantada na cidade. Antes da finalização do projeto a prefeitura vem realizando também audiências públicas para apresentar a tecnologia para a comunidade local, empresários e lideranças políticas. A primeira audiência foi realizada em maio deste ano.

Disponível em: http://imprensaja.com.br/index.php?pg=noticia&id=235631

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !