Follow by Email

quarta-feira, 29 de junho de 2016

Moradores denunciam aterro irregular em Lagoa de Cima

Terrenos estariam sendo vendidos em área de proteção ambiental às margens da lagoa




Moradores da localidade de Lagoa de Cima, em Campos, denunciam um aterro irregular que está sendo feito em uma área de preservação ambiental às margens da lagoa. Segundo uma moradora da região, vários terrenos estão sendo vendidos no local e os compradores aterram a área para evitar futuros alagamentos. “Esses terrenos estão bem próximos da lagoa e não poderiam ser vendidos porque estão em uma área de proteção ambiental. Quando a lagoa enche esses terrenos ficam inundados. Por esse motivo que os compradores estão aterrando”, afirmou Sônia Guimaraes.

Ainda de acordo com a moradora, os aterros atrapalham turistas e moradores que querem tomar banho e aproveitar a beleza do local. “Esse aterro, que começou no último final de semana, está a menos de dez metros da lagoa. Já entrei em contato com a prefeitura para fiscalizar o serviço, mas não tive uma resposta. Espero que algo seja feito. Temos que chamar a atenção das autoridades para esse problema ambiental”, concluiu.

Sempre respeitando o princípio do contraditório e buscando as diferentes versões para um mesmo fato, o jornal Terceira Via tentou contato com a Prefeitura de Campos, sem obter respostas. Ainda assim, o jornal aguarda e publicará as versões que forem enviadas.
fonte TERCEIRA VIA

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !