Follow by Email

sábado, 20 de fevereiro de 2016


Reprodução da Época online
Reprodução da Época online


Pezão quer acabar com fundações que atuam na área social, como FIA (Fundação da Infância e Adolescência) e Fundação Leão XIII (que atua com a população de rua), mas já aceita não extinguir a SUDERJ, a pedido do filho de Sérgio Cabral. Segundo Pezão a extinção de fundações e autarquias resultaria numa economia anual de R4 500 milhões. Trata-se de mais uma mentira cabeluda. Todos os funcionários de carreira desses órgãos não podem ser demitidos e serão absorvidos pela Secretaria da Casa Civil. Com isso um levantamento revela que a economia não seria superior a R$ 80 milhões.

O que Pezão tem que fazer, não faz. Não faz o menor sentido manter 25 secretarias. É elementar que "envelhecimento saudável" e "prevenção à dependência química" poderiam ser programas dentro da secretaria de Assistência Social, como acontecia no meu governo e no de Rosinha, assim como hoje funciona em outros estados. Esse desmembramento é para atender partidos aliado, distribuir cargos. E nada de Pezão cortar os 8.500 cargos de confiança. É tudo conversa fiada, enquanto o estado afunda. 
FONTE BLOG DO GAROTINHO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !