Follow by Email

sábado, 14 de setembro de 2013

Garotinho é apontado como um dos
parlamentares mais influentes do país
Divulgação
Ex-governador está no seleto clube dos 100 parlamentares mais influentes do Brasil
Para o deputado título é um reconhecimento 
por empenho e dedicação e por trabalho 
feito por Campos e pelo estado do RJ
nais, como a campanha que
empreendeu para a instala-
ção de uma CPI (Comissão
Parlamentar de Inquérito)
para investigar a CBF (Confederação Brasileira de Futebol), mas abordo também
as questões locais e regionais. Afinal, me projetei na
política a partir de Campos
e do Estado do Rio de Janeiro. Nada mais natural do
que defender e lutar por minha cidade e meu Estado”,
declarou. 
Denúncia sobre a “farra da Gangue
dos Guardanapos”
Além da campanha que empreendeu
contra o então presidente da CBF e que
acabou por culminar em seu afastamento da entidade, Garotinho também
acionou suas baterias contra o governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio
Cabral (PMDB), em suas noitadas de
Paris, na França, no episódio que ficou
nacionalmente conhecido como a “Farra da Gangue dos Guardanapos”.
“Há muito tempo disse que o Governo Cabral terminaria mal. No entanto,
reconheço, não imaginava que ele seria
enxotado pela maioria do povo do Rio
de Janeiro. O final deprimente do seu
governo parece que será antecipado para abril. Não interessa a data, a cena final será melancólica. Mas, me disseram
que Cabral anda preocupado com a
possibilidade de renunciar e ficar sem
mandato, o que em tese possibilitaria a
um juiz de primeira instância tomar alguma decisão contra ele”.
Saúde - Garotinho obteve junto ao
ministro da Saúde, Alexandre Padilha,
a liberação de mais de R$ 2,5 milhões
para a compra de um acelerador linear
destinado ao Hospital Escola Álvaro
Alvim, em Campos, para o atendimento aos pacientes no tratamento do
câncer. O benefício será o primeiro
passo para que seja implantado no
município um Polo de Referência no
Tratamento Oncológico. 
Subvenção aos produtores rurais
da região Norte Flu
O líder do PR também se empenhou em promover uma articulação
para a aprovação do Projeto de Lei
oriundo da Medida Provisória (MP)
554/11, que autoriza a União a conceder subvenção econômica referente à safra 2010/11 para cerca de
10 mil produtores rurais do Estado
do Rio de Janeiro. 
O trabalho de articulação política de Garotinho junto às lideranças
partidárias viabilizou a inclusão de
uma emenda na MP em favor dos
fornecedores fluminenses, que acabaram incluídos no Programa de
Subvenção da Atividade Canavieira, que beneficiava apenas os agricultores do Nordeste do Brasil. 
Garotinho participou da sessão
conjunta do Congresso Nacional
que promulgou a Proposta de
Emenda à Constituição (PEC) que
assegura às Defensorias Públicas da
União e ao Distrito Federal autonomia funcional e administrativa. "Como deputado federal e líder do PR
na Câmara dos Deputados lutei ao
lado dos defensores para que a PEC
fosse votada e aprovada com rapidez. O povo que não tem como pagar advogados merece uma defensoria equipada, de qualidade, e com
os seus profissionais motivados",
afirmou o parlamentar.
Benefícios aos comerciários, tecnólogos e também taxistas
Garotinho também destacou sua participação na Comissão de Constituição e
Justiça e de Cidadania para a aprovação
de projeto de lei que dispõe sobre a regulamentação do exercício da profissão do comerciário, uma das mais antigas do país,
com aproximadamente 12 milhões de
empregados. O projeto de lei fixa a jornada normal de trabalho em oito horas diá-
rias e 44 semanais, e estabelece um piso
salarial nacional para os profissionais que
trabalham em lojas, agências de turismo,
salões de beleza, entre outros estabelecimentos comerciais. O líder do PR também
teve participação na proposta para aprovação da regulamentação do exercício da
profissão de tecnólogo.
Taxistas - Garotinho conseguiu igualmente sensibilizar a presidente da Repú-
blica, Dilma Rousseff (PT), sobre a importância de tornar hereditária a autonomia
dos taxistas. Dilma, que sancionou a Lei
dos Taxistas com veto a esse dispositivo,
prometeu preparar uma nova MP que
permita a todos os taxistas do país a transmitir ao filho ou a outro herdeiro imediato
a licença para conduzir táxi. 
“Disse a presidente que o veto dela gerou grande revolta entre os taxistas em todo o Brasil. Alertei ainda que essa decisão
só beneficia as empresas de táxi. No Rio,
por exemplo, um único empresário tem
seis mil autonomias e os taxistas acabam
pagando diárias para poderem trabalhar”,
ressaltou o deputado.
Promessa de se empenhar por todos os municípios do Estado
O ex-governador se comprometeu a continuar até o fim do seu mandato a merecer o mesmo reconhecimento. “Estejam certos de que sempre me empenharei por todos os municípios fluminenses. E não é apenas para honrar os 700 mil votos que eu recebi, me fazendo não apenas o
deputado federal mais votado da história do Rio de Janeiro, mas também a maior votação de muitas cidades do estado, e nas outras, um dos
que mais votos tiveram”, afirmou.
Garotinho lembra que sua atenção para com o interior do Estado do Rio fez com que houvesse maior equilíbrio entre o Produto Interno
Bruto (PIB) do interior e da capital.
“Como governador, fiz obras e olhei por todos os municípios do interior, tanto assim que muitos dizem que eu fui o governador da fusão,
porque embora o antigo Estado do Rio tenha se fundido com o Estado da Guanabara, em 1974, eu fui o primeiro, a partir de 1999, a governar
para todos, não apenas para a capital e a Região Metropolitana”, avaliou Garotinho.
fonte:Jornal do Povo do Rio

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !