Follow by Email

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

As metrópoles brasileiras que proporcionam mais bem-estar

As metrópoles brasileiras que proporcionam mais bem-estar

Marina Pinhoni - Exame.com 

Divulgação / Regis Falcão / Governo do Estado


















Estudo divulgado na última quarta-feira, 21, pelo Observatório das Metrópoles do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia analisa as 15 principais regiões metropolitanas brasileiras e revela quais oferecem mais - e menos - bem-estar para a população.
Os municípios da região de Campinas, no interior de São Paulo, atingiram a melhor colocação no IBREU - Índice de Bem-estar Urbano, que é composto pelos itens: mobilidade urbanacondições ambientaiscondições habitacionaisatendimento de serviços coletivos e infraestrutura urbana. O estudo é baseado em dados do Censo Demográfico de 2010 do IBGE.
Fatores como tempo de deslocamento casa/trabalho,arborização no entorno dos domicíliosiluminação públicasaneamento e coleta adequada de lixo são considerados para a composição de cada categoria do índice.
O IBREU varia entre zero e um: quanto mais próximo de um for o resultado, melhor. A média do conjunto das 15 regiões metropolitanas analisadas foi de 0,605. 

As melhores colocadas foram Campinas, Florianópolis, Curitiba, Goiânia e Porto Alegre. Entretanto, Campinas foi a única a atingir uma avaliação considerada “boa” ou “excelente” de bem-estar, acima de 0,8.
Já Rio de Janeiro, foi a única região do Sudeste a ficar abaixo da média geral, com pontuação de 0,507
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !