Follow by Email

terça-feira, 20 de agosto de 2013

Prevfogo combate incêndio criminoso na Terra Indígena Maraiwatsede

Prevfogo combate incêndio criminoso na Terra Indígena MaraiwatsedePDFImprimirE-mail
Cuiabá (16/08/2013) - Terra Indígena Maraiwatsede, localizada no município de Alto Boa Vista (1019 quilômetros de Cuiabá/MT), tem sido alvo de inúmeros focos de incêndios de origem criminosa. Com uma área total de 165.000 hectares,estimativa-se que 31.000 hectares já formam queimados.

O Centro Especializado de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais (Prevfogo/Ibama) está combatendo o fogo com os brigadistas do Assentamento Bordolândia. A situação está difícil para o combate em virtude da ação criminosa de vândalos que estão ateando fogo em várias partes da Terra Indígena. Dados de satélites utilizados pelo Prevfogo, para monitorar os focos de calor na região, registram a maioria está localizada próxima das rodovias que cortam ou circundam a área indígena.
Segundo o coordenador estadual do Prevfogo, analista ambiental Cendi Ribas, desde janeiro foram detectados 888 focos de calor nas terras indígenas de Mato Grosso. "Nos últimos 30 dias, período proibitivo de queimadas, foram detectados 654 focos. Só na TI Maraiwatsede foram 120 focos."
O Corpo de Bombeiros do estado foi acionado e estará enviando uma equipe de Barra do Garças para ajudar os brigadistas no combate aos incêndios.
Forças policiais estão sendo solicitadas para identificar e prender oscriminosos ambientais. Os danos para o meio ambiente são elevados. Há, também, o risco do fogo perder o controle e atingir lavouras e propriedades fora da terra indígena 

Nicélio da Silva
Ascom Ibama/MT
Foto: Nicélio da Silva - Ascom Ibama/MT

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !