Follow by Email

sexta-feira, 23 de agosto de 2013

Batalhão da Maré, idealizado por Garotinho, foi um marco na segurança pública do Rio de Janeiro

19/08/2013 16:18
Batalhão da PM na Linha Vermelha, no complexo da Maré
Batalhão da PM na Linha Vermelha, no complexo da Maré


Em 2003, quando eu era secretário de Segurança do governo Rosinha, inauguramos o novo quartel do 22º Batalhão da PM, no Complexo da Maré. A minha idéia era colocar um batalhão na Linha Vermelha por onde vem grande parte do trânsito da Baixada em direção ao Rio de Janeiro e por onde passam os turistas que chegam ao aeroporto Tom Jobim.

Para quem não é do Rio de Janeiro, o batalhão fica no meio da Linha Vermelha e próximo ao acesso à Linha Amarela, duas das principais vias do Rio de Janeiro, numa área cercada por favelas, e por onde passam as pessoas que chegam ao aeroporto internacional.

Vocês já pensaram se não houvesse esse batalhão naquela via?

O Batalhão tinha câmeras - digo que tinha, porque hoje não funcionam mais - que monitoravam não só a Linha Vermelha como o movimento nos fundos e nas laterais onde fica a comunidade. E as câmeras eram ligadas ao Centro de Comando e Controle da secretaria de Segurança Pública, que também foi criado por mim.

Na época houve quem achasse um absurdo levar um batalhão para uma área cercada de comunidades. Mas eu já tinha feito isso com a nova sede do BOPE, no morro Tavares Bastos, aliás, a única área que realmente foi pacificada inteiramente até hoje, e nem tráfico formiguinha tem.

Hoje, o governo Cabral quer instalar o BOPE também no complexo da Maré, e as delegacias especializadas no Jacarezinho. Ou seja, eu estava certo, embora a imprensa só tenha me criticado. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !