Follow by Email

quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Aquecimento global nos torna mais violentos?

Aquecimento global nos torna mais violentos?


Estudo associa mudanças no clima ao aumento da agressividade entre as pessoas e diz que incidência de guerra e distúrbios civis pode aumentar em até 56% nas próximas décadas

-  A  A  +
Vanessa Barbosa
Exame.com - 06/08/2013

ЯAFIK ♋ BERLIN/Creative Commons

Megatempestades, enchentes, ciclones, degelo dos polos, secas extremas, insegurança alimentar. À extensa lista de efeitos relacionados ao aquecimento global, adicione mais um: a raiva. Um estudo publicado na revista Science diz que a medida que as temperaturas globais aumentam, o nosso temperamento também esquenta.


Os pesquisadores da UC Berkeley analisaram a relação entre o clima e a ocorrência de guerras a partir de registros históricos, que remontam a 10.000 aC, e estatísticas contemporâneas, baseando-se em mais de 60 trabalhos de áreas tão diversas como geografia, criminologia, arqueologia e economia.



A conclusão foi de que a incidência de guerra e distúrbios civis pode aumentar entre 28% e 56% até 2050. De acordo com o estudo, o aquecimento torna regiões vulneráveis do mundo mais suscetíveis a problemas relacionados com o clima, o que estimularia o deslocamento de pessoas para áreas vizinhas, levando a conflitos.



Isso se aplicaria também a episódios de confronto interpessoais. Homicídios, assaltos, estupros, violência domésticas, tudo isso pode aumentar em até 16%, segundo o estudo. Os pesquisadores dizem que as pessoas ficam mais mal humoradas e violentas, mesmo durante pequenas elevações de temperatura ou breves períodos chuvosos.



Mais estudos, entretanto, são necessários para confirmar os resultados e explicar o porquê de tal correlação existir, dizem os cientistas. As razões subjacentes poderiam decorrer tanto do aumento de dificuldades econômicas (com colheitas devastadas por secas e escassez de água, por exemplo) quanto de efeitos fisiológicos causados pelas mudanças climáticas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado pelo sua participação e opinião !